O desenvolvimento de um app MVP pode ser o ponto de virada para lançar com rapidez um determinado setor ou um produto.

O conceito MVP (produto mínimo viável) é uma versão básica inicializável do produto que oferece suporte a recursos mínimos, mas obrigatórios (que definem sua proposta de valor).

O termo foi cunhado por Eric Ries na obra “A Startup Enxuta”, cuja primeira versão foi publicada em 2011.

Um MVP de aplicativo é criado com a intenção de permitir um tempo mais rápido de lançamento no mercado, atrair os primeiros usuários e obter a adequação do produto ao mercado desde o início.

Depois que o processo é iniciado, o feedback inicial ajuda a corrigir os bugs e apresentar novos recursos sugeridos por esses primeiros usuários. A abordagem MVP permite:

  • fazer uma entrada precoce no mercado que leva a uma vantagem competitiva;
  • viabiliza o teste inicial da ideia com usuários reais para verificar se o produto consegue resolver seus problemas de forma eficiente;
  • trabalhar com eficácia para desenvolver um aplicativo completo que integre comentários e sugestões do usuário.

Dessa forma, você pode colocar sua ideia em funcionamento com eficiência e redução de custos. Neste artigo, confira dicas para como criar um app MVP. Aproveite a leitura!

Passo a passo para desenvolver um aplicativo MVP

O MVP tem tudo a ver com testar sua ideia e descobrir o que funcionará corretamente para atingir seus clientes e garantir que o aplicativo atenda às necessidades deles.

Se tudo tiver sido feito da forma certa, será muito mais fácil finalizar o produto e comercializá-lo.

Abaixo estão as etapas necessárias para construir um app MVP:

1 — Descobrir qual o problema e para quem está sendo resolvido

O primeiro passo é identificar se há necessidade organizacional ou do cliente que resolva que seu app MVP resolva.

Também é importante analisar o que seus concorrentes estão fazendo e estabelecer como você pode fazer seu produto se destacar. Isso ajudará a determinar como criar um app MVP eficiente.

Afinal de contas, definir para quem o aplicativo será desenvolvido aumentará suas chances de sucesso.

2 — Analisar a concorrência

Após descobrir os problemas que o app MVP pode resolver e para quem será destinado, você deve analisar a concorrência.

Há três níveis de competição que seu aplicativo enfrentará:

  • primário — estão competindo pelo mesmo público e fornecem as mesmas soluções;
  • secundário — buscam um mercado diferente do seu, mas oferecem recursos semelhantes;
  • terciário — entram em contato tangencialmente com o mercado-alvo do seu aplicativo ou ponto de dor.

Conhecer seus concorrentes permitirá aprimorar sua pesquisa de análise e fortalecer suas chances de desenvolver um app MVP bem-sucedido.

Além disso, existem dois aspectos de um aplicativo para prestar muita atenção ao analisar sua concorrência: o projeto e o UX (“User experience”, Experiência do Usuário).

O design que sua concorrência usa sempre pode ser renovado — as tendências da UX estão evoluindo constantemente por muitas razões, como o uso de dispositivos móveis.

Anote o que seus concorrentes fizeram de melhor e quais os problemas você pode resolver com o seu app MVP.

3 — Planificar todas as fases do desenvolvimento

O planejamento das fases de desenvolvimento é uma importante etapa para criar um app MVP.

Para isso, você precisará visualizar o aplicativo do ponto de vista dos usuários e como será possível satisfazê-los.

Ao definir as etapas do processo, você terá os passos necessários para alcançar seu objetivo final.

Seu foco, neste caso, deve ser tarefas básicas que podem ser facilmente incluídas no aplicativo.

Isso representa os objetivos de seus usuários finais ao usar seu produto. Uma vez que você determinar esses procedimentos exatos, será hora de definir as funções do app MVP.

4 — Listar todas as funções por prioridade

Você precisará listar os atributos desejados nesta fase para incorporar ao seu produto antes de construir o MVP.

Em seguida, tenha cuidado para atribuir prioridades dentro desta lista. Por isso, responda às seguintes perguntas: o que meus usuários querem? Estou oferecendo algo benéfico a eles?

Uma vez atribuídas prioridades, a próxima etapa seria categorizar todos os recursos restantes de MVP com base em suas funções.

Para finalizar, você precisará definir o escopo de cada um de seus recursos em consonância com a visão inicial e desenvolver o seu protótipo.

5 — Testar a experiência do cliente

É bom descobrir desde o início se a ideia do app MVP funcionará sem investir todo o orçamento do produto.

Após lançar seu app MVP é imprescindível que você colete feedback de seus usuários através de testes. São eles quem poderão dizer o que pode ser melhorado e como o aplicativo pode ter validação do mercado.

Isso ajudará você a gerar novas ideias fundamentadas na pesquisa de comportamento do usuário que moldará as versões subsequentes do seu produto.

É importante continuar testando, aprender e medir e, em seguida, testar novamente até que o produto seja finalizado.

Desenvolva o seu app MVP com plataformas no-code

Já imaginou ter soluções que ajudem você a criar um app MVP e realizar todas as etapas do desenvolvimento rapidamente? A Round Pegs é possível criar um aplicativo sem ter conhecimento em programação.

Tire sua ideia do papel sem complicação com plataformas no-code, como Zapier, Adalo e Bubble. Converse com um especialista para apoiar o seu projeto de app MPV.


16/12/2021

5 dicas práticas para criar um app MVP